VISTO D7

VISTO DE RESIDÊNCIA PARA PORTUGAL - ESTRANGEIROS APOSENTADOS

Aposentados que tem rendimentos suficientes para se manter em Portugal, ou para pessoas que vivem de rendimentos, independente da idade.
Em síntese, o visto permite a entrada do estrangeiro em Portugal para efeitos de obtenção de autorização de residência com fundamento na existência comprovada de meios de subsistência cujo valor deverá ser transferido para Portugal.
O visto deve ser requerido junto de uma representação consular portuguesa no estrangeiro, sendo válido por quatro meses. Esse período de quatro meses servirá para a pessoa poder entrar em Portugal a fim de requerer a respectiva autorização de residência, que terá um período inicial de um ano.
Nos termos do disposto nos artigos 2.º, n.º 2, e 5.º, n.º 6, alínea b), da Portaria n.º 1563/2007, de 11 de dezembro,cada agregado familiar deve dispor dos seguintes valores, a título de meios de subsistência para o período de 12 meses:
Quanto eu preciso ter de rendimento por mês para conseguir o visto?

O que a lei diz é que você deve ter :
- 1º adulto: 100% do salário mínimo vigente
- 2º adulto: 50% do salário mínimo vigente
- Cada criança: 30% do salário mínimo vigente

VISTO D7 - COM RENDIMENTOS VISTO DE RESIDÊNCIA PARA PORTUGAL - ESTRANGEIROS QUE VIVAM DE REDIMENTOS


O visto de residência para Portugal para estrangeiro que viva de rendimentos encontra-se previsto, em termos genéricos, no artigo 58.º, n.º 1, da Lei n.º 23/2007, de 4 de julho, e, especificamente, no artigo 24.º, alínea d), do Decreto Regulamentar n.º 84/2007, de 5 de novembro.
Em síntese, o visto permite a entrada do estrangeiro em Portugal para efeitos de obtenção de autorização de residência com fundamento na existência comprovada de meios de subsistência cujo valor deverá ser transferido para Portugal.
O visto deve ser requerido junto de uma representação consular portuguesa no estrangeiro, sendo válido por quatro meses. Esse período de quatro meses servirá para a pessoa poder entrar em Portugal a fim de requerer a respectiva autorização de residência, que terá um período inicial de um ano.
Nos termos do disposto nos artigos 2.º, n.º 2, e 5.º, n.º 6, alínea b), da Portaria n.º 1563/2007, de 11 de dezembro,cada agregado familiar deve dispor dos seguintes valores, a título de meios de subsistência para o período de 12 meses:

– primeiro adulto: 6.360 euros;
– segundo ou mais adultos: 3.180 euros;
– crianças e jovens com idade inferior a 18 anos e filhos maiores a cargo: 1.908 euros.

  VISTO D7 - PARA RELIGIOSOS VISTO DE RESIDÊNCIA PARA PORTUGAL - ESTRANGEIROS MINISTRO RELIGIOSO

Para os cidadãos com a qualidade de ministro do culto, membro de instituto de vida consagrada ou que exerça profissionalmente atividade religiosa:
1) Certificado de que exerce profissionalmente actividade religiosa, da igreja ou da comunidade religiosa a que pertença, desde que reconhecidas pela ordem jurídica portuguesa (original);
2) Documento que comprove o reconhecimento da igreja ou da comunidade religiosa pela ordem jurídica portuguesa (original);
3) Comprovativo da existência de meios de subsistência (original).
O visto deve ser requerido junto de uma representação consular portuguesa no estrangeiro, sendo válido por quatro meses. Esse período de quatro meses servirá para a pessoa poder entrar em Portugal a fim de requerer a respectiva autorização de residência, que terá um período inicial de um ano.
Nos termos do disposto nos artigos 2.º, n.º 2, e 5.º, n.º 6, alínea b), da Portaria n.º 1563/2007, de 11 de dezembro,cada agregado familiar deve dispor dos seguintes valores, a título de meios de subsistência para o período de 12 meses:

– primeiro adulto: 6.360 euros;
– segundo ou mais adultos: 3.180 euros;
– crianças e jovens com idade inferior a 18 anos e filhos maiores a cargo: 1.908 euros.
 
PERGUNTAS FREQUENTES VISTO D7
PRECISO IR A PORTUGAL PARA ADQUIRIR O VISTO D7 DE APOSENTADO?
R: Não, em Portugal absolutamente nada necessita ser feito antes de ter o seu visto concedido no consulado.

HÁ VÍDEOS NA INTERNET QUE DIZEM QUE PRECISO ABRIR UMA CONTA E TER 400 € DEPOSITADO.
R: Não, como dito na resposta acima, isso é uma inverdade, não há necessidade nenhuma de abertura de conta para esse processo.

VOCÊS FAZEM ASSESSORIA PARA VISTO D7 DE APOSENTADO?
R: Esse visto não é necessário assessoria visto que o processo é feito todo no consulado português no país de origem, caso o cliente necessite de ajuda para preencher os formulários e principalmente auxilio para o processo em Portugal junto ao SEF e outras coisas, nos colocamos a disposição para ajudar mas a maioria das pessoas conseguem fazer essas etapas sozinhas.

SOU RELIGIOSO E QUERO TIRAR O VISTO D7 PARA IR TRABALHAR EM PORTUGAL, POSSO?
R: Não, do mesmo jeito que o visto D7 para aposentado não permite trabalhar, o D7 para religioso também não permite.

FREQUENTO UMA IGREJA, POSSO PEDIR VISTO D7 PARA RELIGIOSO?
R: Não, esse visto são para pessoas que comprovadamente tenham credenciais de missionários para alem da obrigatoriedade da apresentação de uma carta de comprometimento de uma instituição religiosa que arcará com todas a suas despesas enquanto estiver em solo português bem como os depósitos de um semestre já realizado.

POSSO TIRAR O VISTO D7 PARA RENDIMENTOS E IR PARA PORTUGAL TRABALHAR?
R: Não, esse visto é destinado para pessoas que tem rendimentos para sua subsistência em Portugal e que não necessitem trabalhar.

É NECESSÁRIO COMPROVAR RENDIMENTOS PARA O D7?
R: Sim, é fundamental que estejam nos extratos bancários e na declaração de imposto de renda.

VOCÊS TÊM ALGUM ADVOGADO QUE POSSA AUXILIAR NO MEU PROCESSO?
R: Sim, trabalhamos em conjunto da Dr. Luís Alpendre CP 11765L, dando todo o suporte a nossos clientes desde o início do processo, seguindo posteriormente em todo o auxílio jurídico que sua empresa e família necessitarem em solo português.

POSSO FINANCIAR UM IMÓVEL EM PORTUGAL COM O VISTO D7 PARA RENDIMENTOS?
R: Sim, veja as perguntas frequentes sobre conta bancaria e imóveis.

VOCÊS PODEM NOS FORNECER OS CONTACTOS DE PESSOAS QUE JÁ TIRARAM O D7 COM VOCÊS?
R: Não, o trabalho de assessoria é um trabalho sigiloso, nós não fornecemos dados de nossos clientes bem como não forneceremos o vosso a ninguém, cuidado com empresas que dizem fazer isso pois de duas uma, ou irão fornecer também seus contactos ou estão te enganando fornecendo para você contactos de amigos (falsos clientes).

POSSO TIRAR O VISTO D7 RELIGIOSO POR SER UM PASTOR?
R: Primeiramente necessita informar se dispõem de uma carta de uma instituição religiosa a se responsabilizar por si e por vossa família. O segundo item, terá que COMPROVAR meios de subsistência no valor ANUAL de: 6.300€ para o 1º adulto. 3.180€ para o 2º ou mais adultos. 1.908€ para os menores de idade.

POSSO TIRAR O VISTO D7 COM RENDIMENTOS TENDO CASAS ALUGADAS?
Primeiramente necessita informar se dispõem de Imposto de renda que possa comprovar seus rendimentos. O segundo item, terá que COMPROVAR meios de subsistência no valor ANUAL de: 6.300€ para o 1º adulto. 3.180€ para o 2º ou mais adultos. 1.908€ para os menores de idade.

ONDE VOCÊS ESTÃO LOCALIZADOS?
R: Estamos na grande Lisboa no concelho de Odivelas.

PODEMOS FALAR VIA SKYPE OU WHATSAPP?
R: Sim, após realizado o primeiro contacto através do email joiafelix@hotmail.com será fornecido todos os contactos e caso necessite solicite um agendamento.

QUAL A VALIDADE DO VISTO?
R: Todos os vistos de entrada tem a mesma validade no passaporte que é de 120 dias, esse é o prazo para entrar em Portugal e transformar esse visto em cartão de residência que será válido o primeiro por um ano e os demais dois anos.

Pacote Single

  • Orientação completa para obtenção do visto de residente;
  • Orientação sobre as tributações;
  • Abertura de conta bancária;
  • Obtenção de saúde gratuita (elimina a necessidade de seguro saúde);
  • Assessoria para compra de imóvel junto a imobiliárias e bancos parceiros;
  • Contratação de serviços contábeis junto ao escritório contábil de renome em Portugal.